terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Se Eu Ficar - Gayle Forman

Se Eu Ficar
Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.

Páginas: 224
Editora: Novo Conceito
Avaliação: 4/5

O Que Achei do Livro:
 Mia Hall é uma jovem de 17 anos, que vive em Oregon com seus pais e seu irmão mais novo de 8 anos. Os pais de Mia são punks, seu pai Denny chegou a tocar bateria em uma banda punk rock durante uma grande parte de sua vida até a chegada do seu filho mais novo Teddy, entretanto ele começou a usar roupas mais formais e segue a carreira como professor de inglês. Sua mãe era uma jovem roqueira que conheceu Denny em um show, logo eles se apaixonaram e vivem uma vida feliz junto do filho Teddy que esta indo pelo mesmo caminho de gostar do som da bateria e musicas agitadas.

 Mia sempre gostou de musica clássica, diferente dos seus pais, ela toca violoncelo e pretende fazer faculdade em Juilliard, uma das melhores escolas de música. Ela vive uma vida tranquila com sua família e seu namorado Adam que faz parte de uma banda punk chamada Shooting Star, a qual já esta começando a ficar famosa.
"Isto não está certo. Não pode ser verdade. Somos uma família, dando um passeio de carro.
 Isto não é real. Devo ter pegado no sono."

 Com a nevasca que chegou em Oregon, as escolas foram canceladas e os pais de Mia não trabalham, entretanto resolveram aproveitar o dia para ir visitar um casal de amigos antigos. Em caminho para a casa do casal, um caminhão de 4 toneladas que estava vindo a cem quilômetros por hora acaba se chocando contra o carro que fica em pedaços. Mia apenas consegue escutar a música de Beethoven que continua tocando no rádio do carro.
 A perda de sua família foi algo que a pegou desprevenida, ela esta em coma e viajando pelas lembranças do passado e pelos corredores do hospital sem que ninguém consiga vê-la ou ouvi-la. 
 Mia precisa escolher um caminho entre ir ou ficar.


 Precisava de um livro bom e rápido para ler, o tipo de livro para se passar o tempo nas pouquíssimas horinhas vagas de um dia exaustivo, portanto encontro na minha estante Se Eu Ficar, o livro que eu tanto queria ler.  Confesso que foi uma ótima opção ter escolhido essa obra da Gayle. Li a estória em 3 dias (Poderia ter sido em 1 dia) e nem senti as horas passarem, foi uma leitura tranquila e ao mesmo tempo rápida por manter divisões curtas na estória.

 Adorei a narrativa em primeira pessoa com a Mia contando seus sentimentos, dores e o amor pela família e o namorado. A cada linha que eu lia parecia que a Mia estava do meu lado contando as lembranças de um passado bom, alegre e onde muitas coisas foram conquistadas, mas nem tão fáceis de se conseguir. A narrativa me conquistou por ser leve e rápida, direta ao ponto.

 Os personagens são cativantes, Teddy foi o que acabou se tornando o meu favorito, achei ele tão fofo e engraçadinho como a maioria dos irmãos mais novos.
 O único ponto que eu diria que é negativo é o romance da Mia com o Adam que se passa muitas vezes despercebido, é o tipo de romance água com açucar que merece umas mexidas além das diferenças de personalidade do casal. Espero que o segundo livro mantenha um foco a mais nos dois e que o romance seja mais intenso.
 A diagramação é linda demais. Os detalhes das notas musicais em cada página, a capa com partes do filme, a divisão dos acontecimentos, a fonte de letra média, enfim, a Novo Conceito caprichou.

 Quando cheguei ao final tinha esquecido do segundo livro que se chama Para Onde Ela Foi, portanto assim que li o final fiquei totalmente surpresa (P#t@ da vida) por ele ter terminado do nada, logo depois fui ver que tinha a continuação e assim soltei aquele ar de aliviada.
 Adorei a estória e agora que terminei vou assistir o filme para escrever uma resenha e logo depois ler Para Onde Ela Foi.

 Agradeço a editora parceira Novo Conceito por ter me mandado esse livro para resenha.
 Recomendadíssimo!

Trechos do livro:
"Às vezes, eu realmente me sentia como se pertencesse a uma tribo diferente. Não era nem um pouco parecida com o meu pai extrovertido e irônico, nem com a minha mãe durona. E para completar, em vez de aprender a tocar guitarra, escolhi o violoncelo."

"-Amo esse seu jeito frágil e ao mesmo tempo durão, resguardado e ao mesmo tempo despojado. Cara, você é a garota mais punk que já conheci, não importa quais bandas você ouve nem o que você veste."

"Na terceira série, me deparei com o violoncelo durante as aulas de música e ele me pareceu mais humano. Parecia que, ao tocá-lo, ele lhe contaria segredos, então não hesitei. Isso já faz dez anos e desde então, nunca parei."

Book trailer: 

4 Assuntos:

Natalia M disse...

Bom, eu também achei ele uma leitura leve e com uma boa narrativa, mas ao contrário de você, não gostei tanto do livro. Achei que faltou alguma coisa, sei lá, não me prendeu muito e achei água com açúcar DEMAIS. Mas mesmo assim, adorei a resenha. Beijos

http://desfocandoideias.blogspot.com

Larissa Lima disse...

Tô louca pra ler, assistir ao filme e fiquei muito afim de ler o livro.

Beijos.
http://www.dicasdelady.blogspot.com.br/

Jocilene disse...

Eu gostei desse livro, mas prefiro a continuação do mesmo. rsrs
beijinhos

http://acordes-coloridos.blogspot.com.br/

Rodrigo Siqueira disse...

Olá a todos,

Belo blog, e melhor ainda o conteúdo apresentado nele, parabéns...

Gostaria de deixar aqui uma dica para os interessados em livros / ebooks gratuitos: Download Ebooks Grátis.
http://www.ebookyes.com.br

Postar um comentário