sábado, 8 de março de 2014

Corações Feridos - Louisa Reid

Hephzibah e Rebecca são irmãs gêmeas, mas muito diferentes. Enquanto Hephzi é linda e voluntariosa, Reb sofre da Síndrome de Treacher Collins — que deformou enormemente seu rosto — e é mais cuidadosa. Apesar de suas diferenças, as garotas são como quaisquer irmãs: implicam uma com a outra, mas se amam e se defendem. E também guardam um segredo terrível como só irmãos conseguem guardar. Um segredo que esconde o que acontece quando seu pai, um religioso fanático, tranca a porta de casa. No entanto, quando a ousada Hephzibah começa a vislumbrar a possibilidade de escapar da opressão em que vive, os segredos que rondam sua família cobram-lhe um preço alto: seu trágico fim. E só Rebecca, que esteve o tempo todo ao lado da irmã, sabe a verdadeira causa de sua morte... Hephzi sonhara escapar, mas falhara. Será que Rebecca poderia encontrar, finalmente, a liberdade?

Páginas: 256
Editora: Novo Conceito
Avaliação: 4/5

O Que Achei do Livro:
Rebecca e Hephzibah são irmãs gêmeas unidas e fiéis uma a outra. Além de terem a personalidade um pouco diferente as gêmeas não são nada parecidas fisicamente. Hephzi é linda, tem um corpo perfeito e cabelos de dar inveja em qualquer garota da escola, enquanto Reb tem seu rosto deformado por uma síndrome rara chamada Treacher Collins, fazendo com que acabe chamando a atenção das pessoas e sendo uma aberração aos olhos dos seus pais.

Rebecca e Hephzibah possuem um grande sonho o qual costumam chamar de liberdade, as meninas vivem trancadas em casa sem poder sair a lugar algum, exceto para a casa paroquial onde seu pai Roderick é pastor. 
Desde pequenas as gêmeas são violentadas por maus tratos em casa. Roderick é um religioso doentio que não deixa as filhas estudarem e muito menos conviverem com adolescentes, entretanto Roderick tortura suas filhas sem que as pessoas percebam, pois em nenhum momento deixa sua máscara de pastor bonzinho cair. Enquanto Maria, mãe das meninas, passa a ser uma senhora que tem total respeito pelo marido e passa a fazer todas suas vontades, concordando com tudo que Roderick faz para as filhas.
"O dia em que ingressamos no segundo grau foi o início para mim. Eu aspirava isso no ar de setembro na escola, escutava isso no barulho das portas dos armários sendo batidas e nos gritos e risadas de vozes desconhecidas, saboreava isso em meus lábios quando sorria para estranhos e eles sorriam de volta para mim".

Pela primeira vez as gêmeas ingressaram numa escola, pois estudavam em casa. Logo de primeira Hephzi faz amizades e acaba se tornando popular, deixando sua irmã de lado.
Uma descoberta acontece e através disso Hephzi morre, deixando Rebecca sozinha e com um terrível segredo que é capaz de mudar tudo.


Depois de ler muitos romances resolvi dar um tempo e começar algum livro de mistério e suspense, todavia encontro na minha estante "Corações Feridos" tal livro que me cativou de primeira através da capa e sinopse. Impossível não ler o subtitulo e querer logo descobrir qual segredo é esse que as gêmeas mantém em total sigilo.

Logo de primeira a estória me prendeu e em pouquíssimos dias terminei de lê-lo. Gostei bastante da narrativa que é narrada em primeira pessoa e da divisão dos capítulos, Haphzi narra o passado de todos os acontecimentos antes da sua morte e Rebecca narra o presente.
Os personagens que me cativaram do começo ao final do livro foram as gêmeas, tanto Hephzi quanto Rebecca são personagens inesquecíveis.

Tudo o que Rebecca vive na escola não é nada fácil. Nesse ponto Louisa descreve exatamente o que acontece na maioria das escolas no momento em que existe algum aluno diferente na classe, todos passam a olhá-lo, cochichar e a praticar bullying, portanto passamos a imaginar e sentir tudo o que Rebecca vive e sente por ser diferente.
O final é tocante, não é aquele tipo de final onde já sabemos o que irá acontecer, entretanto a estória das gêmeas guarda muitos segredos que não somos nem capazes de imaginar o que seria.

Corações Feridos é um livro que mexe com as emoções do leitor, contendo partes fortíssimas de tortura, não é o tipo de livro que eu recomendo para qualquer pessoa ler.

Agradeço a editora parceira Novo Conceito por ter me mandado esse livro para resenha.
Recomendadíssimo!

Trechos do livro:
"Hephzibah estava em outro lugar, mas também em mim."

"O pai me impedira de viver por quase 17 anos, mas ele não conseguira impedir a primavera que chegava dia após dia, à qual eu assistia."

"Craig não era um nome muito romântico. Se ele tivesse um nome como Fitzwilliam ou Heathcliff seria melhor".


Book Trailer:

2 Assuntos:

Gabriel Ribeiro Gomes disse...

Oi Larissa :)

Eu estou com muita vontade de ler esse livro, mas fiquei meio apreensivo com o seu comentário das cenas fortes. Beijos!

http://euvivolendo.blogspot.com.br/

Louisa Reid disse...

Thank you for the fabulous review! x

Postar um comentário