quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Eu compro, sim! Mas a culpa é dos hormônios - Pedro de Camargo

Eu compro, sim!
Entenda o comportamento do consumidor e aprenda a comprar com consciência! Este é um livro divertido. O tipo de livro que a gente tem que ler nem que seja só para continuar uma conversa quando aqueles terríveis momentos de silêncio se instalam entre os interlocutores. Mas, além disso, este é um livro sério, muito sério. (Antes de começar a lê-lo, vale a pena dar uma olhada nas referências bibliográficas). A proposta sensacional de Pedro de Camargo é demonstrar, da forma mais simples possível, como nosso comportamento de consumo está diretamente ligado aos neurotransmissores responsáveis pelas sensações de prazer. Parece complicado, mas sob a escrita de Camargo você vai compreender perfeitamente alguns de seus comportamentos pouco ortodoxos, embora comuns, como assaltar a geladeira em noites mais frias, ou comprar aquele monte de bobagens que nunca, em toda a sua vida, pretendeu usar… E, como cortesia, com as dicas no fim de cada capítulo é possível aprender a combater seus próprios neurotransmissores endoidecidos — e consumistas — e conquistar o orçamento saudável com que sempre sonhou.

Páginas: 192
Editora: Novo Conceito
Avaliação:


O Que Achei do Livro:
 Pedro de Camargo é um consultor em Neuromarketing e biologia do comportamento do consumidor, através de muitas pesquisas e bastante estudo o autor nos explica de uma maneira divertida como combater nosso consumo ao fazer compras.
 Muitas vezes compramos algo sem nem ao menos pensar, como por exemplo, ao comprarmos uma camiseta por compulsão e ela ficar guardada durante anos no guarda-roupa sem nunca ser usada.
Calma, a culpa não é completamente nossa por sermos seres humanos compulsivos e sim dos nossos hormônios, dos vendedores e até da música que estamos escutando enquanto compramos.
"Vá dar uma volta, até para refrescar a cabeça, e compre algo para si, mas não leve o cartão de crédito. Apenas um pouco de dinheiro para alguma coisa simples, que a fará feliz, 
ainda mais bonita e trará sua autoconfiança e estima de volta. Você não precisa de coisas caras, de luxo nem de marca para provar seu valor!


 Pedro nos fala de quando estamos com o humor totalmente para baixo e acabamos descontando, ou melhor, gastando nosso cartão de crédito em produtos para que possamos se sentir melhor, e não é que isso é verdade mesmo?

 O livro também aborda questões da vaidade, algo que acontece com a maioria das mulheres quando vão a uma loja e vejam a vendedora com lindos cabelos, corpo, pele... e decidem comprar a mesma roupa, maquiagem e sapato que a vendedora está usando.
 A dopamina é um grande perigo para nós, pois ela é um neurotransmissor, agente químico que faz a comunicação entre as células nervosas, que tem como função estimular o sistema nervoso central, ou seja, a dopamina é algo que estimula o nosso cérebro a comprar/beber/comer mais do que o necessário.

 Nós compulsivos, não podemos cair na conversa de qualquer vendedor, quem nunca ficou encantado com a voz melodiosa de um vendedor? pois é, isso é uma armadilha para nossos ouvidos e dinheiro, pois a voz do vendedor faz com que ficamos influenciados a comprar algo através de pura emoção. Também não podemos nos deixar cair por suas histórias, através de uma pesquisa quando lhe é contada alguma história, a possibilidade comprar mais produtos é maior do que uma venda rápida, dura, seca e sem papo.

 Não vamos nos deixar cair por estas armadilhas, mas caso comprarmos bastante livros já sabemos onde colocar a culpa... Nos hormônios é claro.


 Solicitei esse livro com o intuito de comprar menos, pois sou compradora compulsiva e os vendedores da livraria me amam.
 Gostei bastante da escrita do Pedro de Camargo, pois o autor nos explica tudo o que acontece com nosso cérebro enquanto estamos comprando e o que devemos fazer para não gastar compulsivamente nosso dinheiro. O livro é dividido em bastante e curtos capítulos fazendo a leitura se tornar rápida.

 As dicas do Pedro são ótimas, mas muitas coisas tive que discordar, uma delas é virar-se quando o vendedor for falar em sua orelha direita (?). Achei que o autor exagerou em algumas coisas e isso foi o que fez o livro ter se tornado um pouco fraco. Mesmo assim ele me ajudou em algumas coisas e diminui meus gastos com livros.

Agradeço a editora parceira Novo Conceito por ter me mandado esse livro para resenha.
Recomendo a todos os compradores compulsivos!

Trechos do livro:
"A relação fica assim: quanto mais lenta a música, maior o consumo de bebidas".

"Segundo pesquisas recentes, seu cérebro decide pela compra de um produto milésimos de segundos antes que você tenha consciência disso".

"Os sites de compra coletiva podem ser uma opção para economizar, mas, levando em conta toda a nossa irracionalidade, também podem ser a perdição total".

1 Assuntos:

Nina Tavares disse...

Oi Larissa, eu tbm solicitei esse livro pensando em comprar menos, mas ainda não me animei a lê-lo, vou esperar passar o Natal para que a leitura não estrague minhas comprar de fim de ano, kkkk
B-jussss! ♥

Postar um comentário