quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Noites de Tormenta - Nicholas Sparks

Noites De Tormenta
Aos 45 anos, Adrienne Willis repensa toda a sua vida quando o marido a abandona por uma mulher mais jovem. Com o coração partido e em busca de descanso ela segue para a pequena cidade de Rodanthe, na Carolina do Norte, para cuida da pousada de uma amiga, Quando uma tempestade terrível se aproxima, Adrienne começa a achar que sua fuga perfeita está arruinada - isso atá a chegada do novo hóspede, o Dr. Paul Flanner. Aos 54 anos, o médico chega a Rodanthe para repensar sua profissão e relação com a família. Agora, em meio à tempestade que os cerca, os dois seres feridos procurarão conforto um nos braços do outro - e esse único fim de semana despertará sentimentos que irão acompanhá-los pelo resto de suas vidas. O título desse livro foi mudado de O Sorriso das Estrelas para Noites de Tormenta depois do sucesso do filme, que agora compõe também a capa do livro.

Páginas: 173
Editora: Novo Conceito
Avaliação:


O Que Achei do Livro:
Adrienne Willis é uma mulher de 45 anos que ainda não superou seu divórcio, seu ex-marido a deixou com 3 filhos e se apaixonou por uma mulher bem mais nova do que ele. Adrienne tenta levar uma vida normal junto dos filhos, mas nada a faz esquecer o ex, portanto para tentar esquecer os problemas ela resolve ficar sozinha cuidando da pousada de uma amiga, por alguns dias na pequena cidade de Rodanthe, esperando apenas um hóspede.

Paul Flanner é um cirurgião muito popular na cidade, ele se divorciou da mulher recentemente e tem um filho adolescente, Paul nunca deu atenção ao filho e a ex-mulher, ele sempre estava ocupado com seu trabalho e colocando o trabalho em primeiro lugar acima de tudo. Depois da morte de uma paciente, Paul decide mudar sua vida e recomeçar tudo outra vez, portanto ele viaja para Rodanthe para falar com alguém e ficar um tempo sozinha, ele fica hospedado em uma pequena pousada e assim conhece Adrienne, a mulher que mudou para sempre sua vida.
"Enquanto se aproximavam cada vez mais um do outro, era como se estivessem abraçando
não apenas um ao outro, mas como se estivessem deixando para trás todas as
lembranças dolorosas".

Adrienne vive um romance novo e diferente junto de Paul, em apenas cinco dias os dois já estavam apaixonados um pelo outro, mas Paul precisa voltar a sua cidade e reencontrar seu filho, prometendo que voltaria a reencontrar Adrienne depois de um ano.

Amanda acaba de perder o marido, nada mais faz sentindo a ela, as únicas coisas que fazem ela se sentir viva são seus dois filhos. Mesmo sem ter conseguido superar a morte do marido, Amanda vai a casa de sua mãe Adrienne e ela resolve confortar a filha contando uma história que viveu à 14 anos atrás, uma história emocionante que mudou sua vida em uma pequena pousada em Rodanthe, o dia em que conheceu Paul Flanner.


Esse é o 6º livro que leio do querido titio Nicholas, e também foi um dos livros que menos gostei do autor.
Eu já tinha assistido ao filme antes (Não, dessa vez eu não me arrependi de ter assistido ao filme primeiro), portanto eu já sabia grande parte do que aconteceria no livro. Diferente do filme, o livro é bem mais detalhado, mas ele é tão detalhado que em uma parte cheguei a pensar: "Ta, quando que vai começar o romance de uma vez?" e logo que começou fiquei ali amando a história.

Uma das coisas que fez eu não ter gostado tanto do livro é que nele vemos muitas tragédias, os personagens vivem vários conflitos e só tem um momento bom quando estão juntos, mas um momento de pouquíssimos dias. Paul fica sofrendo com seu passado e Adrienne é uma mulher que sofre o livro inteiro por causa da separação que teve no início e com o tempo que fica esperando Paul, sendo que ela só se sente feliz e completa ao lado dele e dos filhos.

O livro também tem seus pontos positivos, como por exemplo, o amor dos dois. Eu amei o dia que eles passaram juntos na pousada e as palavras que Paul dizia para Adrienne. Teve uma parte em que chorei no livro de tão emocionada que fiquei (Difícil é eu não chorar em um livro do Nicholas), eu já sabia o que iria acontecer e mesmo assim não pude conter as lágrimas.

Me identifiquei muito com a Adrienne e ela foi o tipo de personagem que me cativou logo de início, enquanto ao Paul ele é o tipo de homem que quando se apaixona não cansa de dizer coisas românticas (Awnnn ♥.♥).
Eu amo livros detalhados, mas Noites de Tormenta é tão detalhado que existem coisas desnecessárias para serem contadas, onde não mudaria nada caso não tivessem sido escritas. Entre o livro e o filme, prefiro o filme (Milagre). Mesmo assim eu recomendo o livro para quem ama uma história emocionante. Se você for ler Noites de Tormenta, prepare os lenços.

Agradeço a editora parceira Novo Conceito por ter me mandado esse livro para resenha.
Recomendo!

Trechos do livro:
"Você é mais forte do que pensa - Ela continuou -, mas só se quiser ser".

"Tenho desejado tanta coisa estes dias, porém, mais do que tudo, gostaria que você estivesse aqui".

"As lembranças que tenho de você ás vezes são a única coisa que me mantém de pé".

Trailer do filme:

7 Assuntos:

Gabriel Ribeiro Gomes disse...

Oie :)

Eu não tenho muita vontade de ler esse livro :(

Eu só li a última música do titio Nicholas kkkkk e quero ler muitos outros dele , meu único medo é ler livros dele demais e acabar me cansando da suas estórias e narrativa , beijos !

euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Larissa! Estou ansiosa para ler Noites de Tormenta! Beijo!

Aione Simões disse...

Oi Larissa!
Esse foi um dos que vi o filme primeiro, também, mas, diferentemente de você, eu odiei o filme e gostei mais do livro. Não é um dos meus favoritos do Nicholas, mas também não é um dos menos gosto.
Isso que você falou sobre o livro ter poucas partes felizes é o motivo de eu não gostar do filme. No livro, como ele mostra mais o futuro do que acontece na história, eu acabei gostando mais, por mostrar que a Adrienne consegue superar as coisas, apesar de tudo.
Já o filme, eu fiquei com a sensação de que, quando ela finalmente ficou bem, veio outra tragédia e ela voltou ao ponto inicial, porque o filme termina com ela triste (ainda que a cena final represente a esperança). Ai eu acabei achando sem propósito sabe? Tipo, qual seria a mensagem: não fique bem porque vai piorar? Rsrs
Enfim, de qualquer forma, o Nicholas tem livros melhores :)
Beijão!

Luísa Becker disse...

Eu ainda não li o livro, mas amei o filme *-*
Achei muito lindo, e o final me deixou irritada e triste :(
Mas é quase sempre assim com os livros/filmes do Nicholas Sparks né :/
Amei também O Casamento e Um Amor Para Recordar (os livros) :D
Beijos!
http://minhametadeleitura.blogspot.com.br

Ana Caroline Lima disse...

Quero muito ler esse livro do Sparks.
http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

Gabi Lima disse...

Oi!
Sou apaixonada pelos livros do Nicholas, mas não sou muito fã de livros detalhados. Ainda não li esse, mas tenho vontade mesmo que não seja tão bom.
Não vi o filme, então não sei o que acontece na história. Quem sabe eu não veja de uma maneira diferente?

Beijos,
Gabi Lima
http://livrofilmeecia.blogspot.com.br

juliano cesar de oliveira disse...

Oi adorei.. muito obrigado, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

Postar um comentário