quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Os Caçadores de Tempestade - Jenna Blum

Os caçadores de tempestade
Jenna Blum nos surpreende novamente com mais uma narrativa envolvente, transformando com maestria os imprevisíveis e perigosos tornados em um rico pano de fundo que explora os vínculos entre irmãos, as dificuldades de lidar com a bipolaridade e a busca por aquilo que amamos. Embora os contextos de seus dois romances sejam completamente diferentes, as histórias estão entre-ligadas de uma maneira muito profunda. Jenna Blum envolve o leitor escrevendo sobre pessoas que recomeçam suas vidas a partir de uma tragédia e faz uma reflexão sobre culpa, segredo e esperança. O novo romance de Jenna Blum é uma história poderosa que nos lembra de que o amor será sempre uma busca constante. 

Páginas: 320
Editora: Casa da Palavra
Avaliação: 3/5


O Que Achei do Livro:
Karena é uma jornalista de 38 anos que vive uma vida difícil após o desaparecimento do seu irmão gêmeo.
Poucos sabem que Karena tem um irmão que sofre de transtornos bipolares e que desde pequeno gosta de caçar tempestades, um tipo de diversão que faz ele se sentir melhor.

No dia do aniversário de 18 anos de Charles e Karena, o gêmeo estava fora de si e resolveu caçar uma enorme tempestade, sua mãe Siri não o deixou ir, mas Charles conseguiu fazer ela aceitar da pior maneira possível. A única pessoa que Charles consegue ter um mínimo de respeito é por sua irmã, portanto Karena vai atrás do irmão para não deixá-lo cometer nenhuma besteira.
Enquanto Karena e Charles vão atrás da tempestade algo trágico acontece no meio do caminho e os dois voltam para casa. Depois da tragédia que aconteceu, Charles tenta se suicidar e a única solução é Karena internar o irmão.
"Todo mundo sabe que Karena é a única a quem Charles ouve, a única que consegue
acalmá-lo. Ela pode até não gostar, mas nem precisa. Ela só tem que fazer
sua tarefa".

Logo depois da internação de Charles, ele foi liberado e fugiu. Passam-se 20 anos que Karena tenta procurar o irmão, mas só existe um caminho para conseguir achá-lo: Entrar para o grupo de Caçadores de tempestade.


Logo depois de ter lido e amado o livro "Aqueles que Nos Salvaram" da querida Jenna Blum, não pude deixar de solicitar esse seu segundo livro, o qual eu fiquei dias esperando para ser publicado.
Já de começo a estória não me prendeu, achei a leitura cansativa, pois sempre estava a mesma coisa de sempre "Karena procurando seu irmão e buscando informações".
Toda vez que eu pegava o livro para ler, acabava dormindo mesmo sem estar com sono. (Quando eu não conseguir dormir vou reler esse livro). 

A escrita da Jenna não mudou em nada, amo a escrita dela e a divisão que ela faz nos seus livros. Nesse livro ela o divide em 3 partes: Karena em Julho de 2008, Karena e Charles em 1988, Karena e Charles em agosto de 2008.
A partir da segunda parte, comecei a gostar do livro e a estória já me prendeu. O passado dos gêmeos foi algo inacreditável e surpreendente.

O começo da terceira parte eu gostei bastante, até que Karena começa a dar atenção só para o seu irmão e se esquece das outras pessoas ao seu redor e a estória volta a se tornar cansativa igual ao inicio. Em relação ao final, foi ótimo.
O livro possui 320 páginas e a fonte de letras são pequenas. Demorei cerca de uma semana ou mais para terminar de lê-lo. A capa é linda e tem tudo a ver com a estória.

Não teve nenhum personagem que me cativou, mas algo que eu gostei bastante foi o amor que Karena sente pelo seu irmão e todas as coisas que ela fez para procurá-lo.
A bipolaridade de Charles foi algo bastante real, toda vez que eu lia o livro parecia que Charles estava logo na minha frente tendo seus surtos psicóticos. Peguei um ódio pela mãe dele que nunca fazia nada e fiquei com pena de Karena.

A Jenna pesquisou durante cinco anos sobre tornados para escrever esse livro e isso foi outro ponto positivo, pois na estória ela explica muito bem sobre as tempestades, tornados... e acabamos aprendendo e imaginando direitinho o cenário como se tivéssemos assistindo um filme.
O livro não é tão ruim e nem tão bom, gosto de livros detalhados, mas esse é o tipo que é tão detalhado que chega a dar sono.

Agradeço a editora Casa da Palavra por ter me enviado esse livro para resenha.
Não sei se recomendo, mas fica a seu critério!

Trechos do livro:
"Porque durante toda sua vida haverá muita coisa que ninguém jamais saberá".

"As pessoas são felizes às vezes, não são? Talvez tudo fique bem".

"Charles é assim, quando é ele mesmo, para Karena, não há lugar mais seguro e mais adorável para estar do que na companhia do irmão."

2 Assuntos:

Ilinha bandeira disse...

Adorei sua resenhaaa
Nunca li nada da autora, mas o livro parece ser um pouco triste né? Não gosto muito de livros assim.
Mas quem sabe né?
Beijos
Ili Bandeira

Renata Leite, Bárbara e Isadora Klauck disse...

Nunca tinha ouvido falar, mas a sua resenha despertou minha curiosidade, quero muito ler! Beijos

Postar um comentário