terça-feira, 13 de novembro de 2012

Um Mundo Brilhante - T. Greenwood

Um Mundo Brilhante
Quando o professor Ben Bailey sai de casa para pegar o jornal e apreciar a primeira neve do ano, ele encontra um jovem caído e testemunha os últimos instantes de sua vida. Ao conhecer a irmã do rapaz, Ben se convence de que ele foi vítima de um crime de ódio e se propõe a ajudá-la a provar que se tratou de um assassinato. Sem perceber, Ben inicia uma jornada que o leva a descobrir quem realmente é, e o que deseja da vida. Seu futuro, cuidadosamente traçado, torna-se incerto, pois ele passa a questionar tudo à sua volta, desde o emprego como professor de História, até o relacionamento com sua noiva. Quando a conheceu, Ben tinha ficado impressionado com seu otimismo e sua autoconfiança. Com o tempo, porém, ela apenas reforçava nele a sensação de solidão que o fazia relembrar sua infância problemática. Essa procura pelas respostas o deixará dividido entre a responsabilidade e a felicidade, entre seu futuro há muito planejado e as escolhas que podem libertá-lo da delicada teia de mentiras que ele construiu. Esta, enfim, é uma história fascinante sobre o que devemos às pessoas, o que devemos a nós mesmos e o preço das decisões que tomamos.

Páginas: 336
Editora: Novo Conceito
Avaliação: 3/5


O Que Achei do Livro:
Ben Bailey é um professor que leva uma vida "quase normal" com a sua noiva Sara. Por mais que eles estejam juntos a 6 anos, Ben resolve sempre adiar a data de casamento.

Na primeira nevasca do ano, Ben sai de sua casa e se depara com um menino morto no quintal.
Logo ele leva o menino indígena para o hospital e lá conhece Shadi Begay, a irmã mais velha do garoto Ricky.
Ben começa a levar a sério a morte de Ricky, pois o garoto não morreu por causa de bebidas, drogas, etc... Ele foi assassinado e com isso Ben sai por trás de pistas para desvendar o assassino.
"Ele sabia que Sara nunca entenderia, que ela seria incapaz de compreender
a nova sensação e o novo propósito que pareciam inchar 
dentro do seu peito como uma tempestade".

Shadi manda um e-mail para Ben com o endereço do local onde Ricky será enterrado. Ben vai ao enterro do menino, mas não fala nada para Sara.
A cada dia que passa Ben fica mais próximo de Shadi, até que ele mesmo se vê apaixonado por ela. Mas, logo recebe uma noticia inesperada de Sara e terá que fazer uma escolha difícil que poderá mudar para sempre sua vida.


"Um Mundo Brilhante" é o tipo de livro que você se encanta só em ver a capa. Assim que o livro chegou, olhei para a capa, li o subtitulo e me apaixonei, mas logo quando comecei a ler vi que o livro não foi tudo aquilo que imaginei. 
Já de começo achei a estória cansativa, e por mais que o livro não contenha muitas páginas demorei muito para terminar de lê-lo.

Infelizmente não gostei de nenhum personagem. Achei Sara uma chata, Ben um homem louco e Shadi uma mulher irresponsável.

O livro é narrado em 3º pessoa nos mostrando mais o ponto de vista do Ben. A diagramação é linda e o livro contém capítulos curtos facilitando na leitura.
Por mais que a estória não seja tão boa e nem tão ruim, na minha opinião daria um ótimo filme que poderia ser melhor do que o livro (pois é, enquanto lia até imaginei em como seria um filme baseado no livro).

O que gostei no livro foi a ação em que a autora colocou quando Ben tentava descobrir o assassino e o final que foi melhor do que eu pensei que seria.
Não sei se esse é o tipo de livro que eu recomendaria, muitas pessoas gostaram assim como teve pessoas que não gostaram muito, então fica a critério do leitor se vai ler ou não.

Agradeço a editora parceira Novo Conceito por ter me mandado esse livro para resenha.

Trechos do livro:
"Ben não conseguia entender como uma pessoa simplesmente vai embora de uma vida, especialmente de uma vida que ela mesma construiu".

"Tentou relaxar. Sua mente funcionava a todo vapor, buscando algo que pudesse dizer a ela. Pensando em todas as maneiras possíveis de dizer "me desculpe".

"Ele fez sua escolha. E de agora em diante vai cumprir suas promessas".

Book Trailer: 

2 Assuntos:

Sandy W. disse...

Olá Larissa!
Ótima resenha, quando ganhei esse livro eu me apaixonei pela capa, mas quando comecei a ler as resenhas negativas desisti um pouco de ler, tanto que até emprestei ele para o meu tio que tbm gosta de ler e ele foi me contando a história e eu só fui torcendo o nariz.
Bjs

http://ladyofthebooks.blogspot.com.br/

Larissa Gunia disse...

Sandy W. - Pois é, eu também já li muitas resenhas negativas dele, isso acabou fazendo com que eu demorasse um pouco pra começar a ler e quando comecei a ler tinha partes em que eu até acabava dormindo.
Esse livro tem alguns pontos positivos na estória e alguns negativos :/

bjs...

Postar um comentário