quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

O Diário de Bridget Jones - Helen Fielding

Livro que inspirou o filme estrelado por Renée Zellweger. O romance relata um ano na vida de Bridget Jones, uma mulher solteira, de trinta e poucos anos, que luta com todas as forças para emagrecer, encontrar um namorado, parar de beber e largar o cigarro. Uma história aparentemente comum, mas narrada em estilo impecável e extrema sensibilidade. Numa demonstração de acuidade, a autora tira do cotidiano de uma balzaquiana a matéria-prima para um livro memorável.

Páginas: 319
Editora: Record
Avaliação: 5/5


O Que Achei do Livro: 
Bridget Jones, uma mulher de 30 anos que quer começar o ano com novas metas, com isso ela começa escrevendo em um diário tudo aquilo que deve cumprir até o final do ano, como por exemplo: parar de beber, parar de fumar, emagrecer e arranjar um namorado igual ao seu chefe Daniel Cleaver, do qual é apaixonada.
"Não posso acreditar que estou mais uma vez começando o ano numa 
cama de solteiro, na casa de meus pais. É humilhante demais, na minha idade."

O livro é em forma de diário, falando quantos quilos ela perdeu e ganhou, quantas bebidas alcoólicas tomou, quantos cigarros fumou e quantos bilhetes de loteria comprou. O que mais nos agrada no livro é ler as loucuras que Bridget passa no seu dia-a-dia.


Não posso contar aqui na resenha as loucuras que Bridget passa ao longo da estória, se não vou acabar soltando spoiler. Mas é um livro que nos faz rir até quando estamos tristes, a forma em que Bridget narra o que passa é muito engraçado. Gostei tanto do livro que foi uma leitura muito rápida e gostosa.
Gostei de todos os personagens, exceto Daniel que já de inicio não me chamou muita atenção. Impossível não rir nas partes da mãe de Bridget, e do Tom que é seu amigo gay, e que faz de tudo para ver Bridget bem. (o tipo de amigo que todas as mulheres gostariam de ter).


Uma das coisas que achei estranho foi que Bridget se acha muito gorda com seus 58 kg, pode não ser um peso tão ruim para uma mulher como ela que as vezes emagrece e volta ao peso normal que estava. Ao longo da estória nos se acostumamos com os surtos que Bridget tem por causa de seu peso.
Tem partes que ela fica se lamentando pelo Daniel, mas não chega a ser uma coisa enjoativa de se ler, acabou até sendo engraçada algumas vezes.


Em relação ao filme, gostei bastante, assim como gostei do livro. Li o livro antes de ver o filme, milagre. 
Acho que a maioria das mulheres que lerem vão se identificar um pouco com Bridget.
Estou muito ansiosa para ler o segundo livro "Bridget Jones: No Limite da Razão".
Recomendadíssimo!

Trechos do livro:
"Me dei conta que estava ficando velha antes do tempo. Como num filme acelerado, mostrando uma uva se transformando em passa."

"Posso garantir que nos dias de hoje não adianta beleza, comida, sexo ou sedução para conquistar o coração de um homem, mas sim a capacidade de parecer pouco interessada nele".

Trailer do filme:

8 Assuntos:

Brubs. disse...

Divulgando um campeonato em blog Top Comentarista Semestral, o ganhador ganhar um livro de sua preferencia. Participe
Bruna - Livros de Cabeceira
http://contodeumlivro.blogspot.com/2012/01/novidade-campeonato-top-comentarista.html
Qualque duvida estou no twitter @IWannaRuffles

samyra aquino disse...

Estou louca por este livro desde quando vi o filme e me apaixonei completamente pela Bridget. Sinceramente odeio ver um filme baseado em livro antes de lê-lo, mas eu estava ansiosíssima para ver o filme e não aguentei. HAHAH
Adoooro livros em formato de diário, quando a personagem é engraçada, inteligente e não chata, como tenho visto por aí. Meus primeiros livros já eram nesse formato por gostar de sentir como se houvesse uma conversa entre eu e o personagem. :D
Gostei muito da tua resenha! :D

Beijocas,
@umalimonada - http://samyaquino.blogspot.com

Bia Carvalho disse...

Oi, flor!
Não gostei muito desse filme, mas também confesso que não cheguei nem perto do livro porque não sou muito fã de chick-lit.
Quem sabe um dia?

Bjs
Bia
www.amormisterioesangue.com

. pamela moreno santiago disse...

Já viu a promoção que ta rolando solta no blog O Leitor?
Ainda não?
Então corre, que até o dia 05 de Fevereiro você ainda pode concorrer a um dos 6 livros que estão sendo sorteados.
Beijos e espero você lá,

Pamela.

Somos Adolecentes disse...

Eu já li o livro e achei divertidíssimo, é muito gostoso de ler.
Sem falar nos micos que ela passa no decorrer do livro.
É muito engraçado.

Marli Carmen disse...

Deve ser um livro super divertido...eu gostaria muito de ler. Parabéns pela resenha que ficou excelente!!! Beijinhos e bom findi!

http://amazoniaumcaminhoparaosonho.blogspot.com/

Julia G disse...

haha, gostei da última frase que você postou ;x hauahuAH
Eu vi o filme há alguns anos, não me lembro de quase nada, achei bom mas nada de especial. O livro normalmente é melhor, acho que vale dar uma chance.

Beijos

Tefinha disse...

Eu gostei do livro, mas achei o segundo melhor porque [ATENÇÃO,spoiler] o Daniel quase não aparece!

Postar um comentário