segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Entrevista com a autora Giovanna Fernandes

 O Reverso da Moeda
Nasceu e cresceu em Brasília. Desde cedo percebeu o especial dom para desenhar e criar. Mas a vida a levou para caminhos que a desviaram da sua real paixão: a arte. Professora primária, Tecnólogo em Processamento de Dados e Bacharel em Direito. Mesmo assim, nenhuma das profissões a afastou de seu outro dom que viria a descobrir bem mais tarde: escrever. Através das histórias infantis e infanto-juvenis, ela volta a ter contato com a sua própria infância, além de conseguir remeter qualquer adulto ao mundo da fantasia, que por um momento deixa de ser apenas das crianças.


1- Quando começou sua paixão por livros?
Comecei a escrever há 10 anos, mas desde criança sempre amei a arte, principalmente o desenho. Foi criando personagens, em pedaço de papel, mas ainda sem história, que descobri que eles berravam para ganhar vida.  Como brincadeira, passei a desenvolver a personalidade de cada uma dessas personagens e, então, descobri que tinha talento, também, para criar histórias. Foi fascinante saber que eu não estava presa aos desenhos, eu podia dar vida a todos eles.

2-  Porque você decidiu escrever o livro "O Reverso da Moeda"?
Eu já havia escrito várias histórias, ainda sem publicação, como se fosse um ensaio para me tornar uma escritora. Foi então que decidi escrever uma aventura, mas deveria envolver a fantasia. É assim que a minha mente funciona, com muita fantasia. E, de repente, não foi difícil me dar um estalo. Eu pensava sobre isso de frente para o mar de Jurerê (Florianópolis). Estava de férias. E, na minha frente, um menino muito sapeca, que não parava quieto, era chamado o tempo todo por sua mãe. Era o Iago. Pronto! Eu já tinha o protagonista para atuar com os piratas que surgiriam do mar, que estava bem a minha frente.


3- Sendo "O Reverso da Moeda" seu primeiro livro, qual foi sua maior dificuldade ao escrever?
Sem dúvida alguma, a maior dificuldade foi desenvolver a estrutura de um romance. De lá para cá, com muita leitura e prática, já que continuo a escrever, ficou tudo mais fácil.


4- Realmente o livro é muito bom e se tornou meu preferido, mas já está pensando no próximo livro que vai escrever? 
Eu tenho uma lista de histórias na minha cabeça. Às vezes, preciso segurar a minha mente, ela é uma máquina de criar histórias.  No momento, estou escrevendo o primeiro volume de uma saga chamada LUMINUZ, que também envolverá a fantasia. 

5- Qual foi sua maior inspiração ao escrever?
Ao escrever o Reverso, o mar foi a minha maior inspiração. Mas, devo confessar que a música é a maior fonte de inspiração que eu tenho.  Para cada sentimento e trama que o livro exige, eu escuto uma música que me auxilia no desenvolvimento da história. É assim que a minha mente cria ainda mais.

6- Qual o personagem que você mais se identifica no seu livro?
Na verdade, eu não me identifico com nenhuma das personagens do Reverso da Moeda. Mas em Luminuz, que estou escrevendo, posso me ver na protagonista.

7- Qual sua dica para as pessoas que querem escrever um livro?
Antes de qualquer coisa, a pessoa, que deseja escrever um livro, precisa saber o que vai escrever. Pesquisar e estudar bastante sobre tudo o que envolverá o seu livro é fundamental. Depois, com as idéias bem organizadas e estruturadas na mente, sentar e escrever, sem desistir.

8- Você teve dificuldades ao procurar uma editora?
Dificuldades são inúmeras, mas o fato de não ser uma autora conhecida aliado às centenas de originais que chegam todos os dias nas editoras, é o maior de todos os obstáculos. Leva um bom tempo até que as editoras possam avaliar a sua obra.

9- Quais são seus planos para o futuro?
Na área literária, quero terminar de escrever a saga de Luminuz que terá quatro volumes. Depois, já tenho dois romances com sinopses já iniciadas.

Pensa Rápido:
Um(a) Autor(a): Monteiro Lobato
Um Livro: Os catadores de conchas 
Uma Música: Se (Djavan)
Um Filme: O segredo de Neverwas

10- Obrigada por aceitar a entrevista.
Eu quem agradeço a oportunidade de estar em seu blog partilhando o meu livro com você e com os seguidores do “Assunto sobre livros”. Obrigada.


Gostei bastante de fazer essa entrevista com a Giovanna, É tão bom conhecer mais a opinião de cada autor(a) parceiro(a) do blog.

Resenha do livro "O Reverso da Moeda"

8 Assuntos:

Aione Simões disse...

Também adorei a entrevista, a Giovanna é uma fofa!
Amei ver a conexão dela com os desenhos e como ela criou o Iago!
Uau, ela já tem bastantes livros em mente!
Sucesso pra ela e pra você! Parabéns pela entrevista!
Beijos!

Ariane Gaspar disse...

Oi Larissa eu indiquei o seu blog para responder um meme Literário, passa lá no blog pra conferir ok !http://livros-filmes-e-afins.blogspot.com/2011/10/meme-literario.html Qualquer dúvida me avisa?

Pabline disse...

Que legal essa entrevista viu.
Interessante ela falar sobre as dificuldades de se achar uma editora que siga sua causa. Imagino o quanto difícil deve ser.

BJ!

Nil Macedo disse...

Muito boa a sua entrevista, bem estruturada.
Gostei da Giovanna, a música e o livro dela eu também adoro. rs.
Agora estou curiosa e vou esperar pela saga que ela está escrevendo, Luminuz. Pelo título deve ser muito interessante.

bjs.

http://booksandmuchmore.blogspot.com

La Mademoiselle disse...

Oi,

Indiquei você para responder a um Meme Literário. Dá uma passadinha lá no blog?

http://mademoisellelovebooks.blogspot.com/2011/10/meme.html

Bjs

Bru disse...

Eu nçao tinha visto esse livro ainda, mas me interessei, a autora é muito simpática, parece pelo menos rsrs. Assim que ler o livro me avisa tá por favor.
Viagem Imaginária.

Bru

Beijos

Vanessa disse...

Hey o/
Que bacana a entrevista, ainda não conhecia a autora. Muito bacana.

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

Mari Sampaio disse...

Adorei a entrevista, querida! Ela parece ser super simpática!

Beijos.

Mariana Sampaio
Blog Tijolinhos de Papel

Postar um comentário